terça-feira, 13 de novembro de 2012

Tudo está à disposição do sábio



Um pai, em uma pequena cidade dos Estados Unidos, se fui em uma situação ruim, seu filho caçula havia acabado de completar a idade para começar o jardim de infância. Foi matriculado porém, no primeiro dia de aula o menino se recusou ir para escola; ele temia não se adaptar aos colegas, aos professores e, claro, principalmente à nova vida. Até então, passava o dia todo com a mãe que de repente lhe falou que iria para escola, passar grande parte de seu dia por lá. Olhando pelo ponto de vista dele, é até compreensível mas ninguém sabe como os pais o que é melhor para um filho. Então, o que devemos fazer? Seus pais discutiram um bom tempo sobre o assunto não queriam que ele fosse por imposição, sabiam que ele iria se assustar mais ainda. No dia seguinte seu pai foi trabalhar como de costume e o garoto ficou com a mãe. Seu irmão mais velho foi para escola e, foi um dia normal.
O pai, sem saber o que fazer, sua única saída era obrigá-lo a ir, ainda que só houvesse essa opção. No momento ele e sua esposa á rejeitavam, conversou com alguns amigos no trabalho, discutiram como qual seria a melhor opção para todos e, principalmente, uma que seu filho fosse por vontade própria e se sentisse bem à vontade quando seus pais fossem embora e ele ficasse só no colégio até que, no trabalho, alguém lhe deu uma excelente ideia.
Antes de chegar a sua casa ligou e combinou tudo com sua esposa e o filho mais velho. Quando chegou, levou machinha de brinquedo, tinta de desenho e na mesa, após o jantar, ele a esposa e o filho mais velho começaram a brincar; fizeram bagunça e aprontaram tudo da forma que as crianças mais gostam de fazer. O filho perguntou o que é isso e onde aprenderam. Na escola, meu filho, é isso que ensinam lá respondeu o pai.
No dia seguinte quando sua mãe se levantou para preparar o café, lá estava o caçula da família dormindo no sofá. Quando sua mãe lhe questionou porque havia dormido ali ele disse: mamãe, tem muita coisa legal que posso aprender na escola, dormi no sofá porque não queria perder a hora.
Não diga às pessoas o que elas têm que fazer. Não estão interessadas nisso. Mostre apenas quais vantagens elas irão alcançar fazendo tal coisa e, assim, você sempre conseguirá quase tudo o que quiser.

PH SOUZA

0 comentários:

Seguidores

No Facebook

Traduzir Blog

Arquivo do Blog

Compare preços