segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

A vitória do amanhã


Constantemente ouvimos dizer que há males que vêm para o bem, também sabemos que os remédios mais amargos são os que têm mais eficácias nas curas. Sendo assim, posso acreditar que as maiores lutas são as que nos preparam para o futuro.
Elas são as que motivam os maiores obstáculos, nos incentivam a sermos vencedores, nos preparam para tudo porque, depois que vencemos uma dificuldade, nos encontramos preparados sempre para outros maiores, bem mais motivados, bem mais centrados e conscientes do que podemos, porque os problemas e as dificuldades do passado nos prepararam para isso. Há momentos dolorosos, situações que mais parecem pesadelos e, por um momento, desejamos profundamente estar dormindo.
Mas aí, lembramos que os remédios ruins trazem a cura por total, seu gosto amargo e azedo dá vontade de desistir de fazer seu uso. No fundo, sabemos que isso é o melhor, ele vai me curar, me pôr de pé; não questionamos mas, simplesmente fazemos uso do mesmo, porque não olhamos para o agora, ignoramos seu gosto. Olhando para a frente seremos curados amanhã, o hoje ficará para trás assim como as doenças curadas por aquele remédio de gosto horrível, tal como as dificuldades que mais parecem ser pesadelos.
As situações adversas de hoje nem se comparam às que teremos que vencer amanhã,
e só teremos condições de vencer amanhã se tivermos a força que trazemos das lutas do ontem. Então, diante de problemas, não pode haver desânimo, covardia, ou desistência.
Se fugimos dos nossos problemas hoje, jamais estaremos prontos para sermos vencedores amanhã.


PH SOUZA

0 comentários:

Seguidores

No Facebook

Traduzir Blog

Arquivo do Blog

Compare preços